segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Couscous de polvo ou camarão.



Couscous é uma delícia que não tem nada a ver com o que conhecemos como cuscuz aqui no Brasil. É um produto típico dos países do norte da Africa. São grãos à base de semolina de trigo, que depois de hidratados e temperados, podem ser combinados de mil maneira. Com molhos variados,  frutos do mar, peixes, vegetais ou aves. Servida quente ou fria, é uma  ótima opção para a noite de Réveillon ou para os dias quentas das férias de verão. Super fácil, versátil e não dá trabalho nenhum.



Pode ser servida na versão festiva, seja em em taças de martini ou copinhos charmosos. 



Também fica ótima na versão família, numa travessa grande  decorada.

Usei o couscous da Barilla. Os grãozinhos são bem miúdos mas deliciosos e soltinhos. O couscous marroquino ou tunisiano costuma ter os grãos maiores, mas a maneira de usar é exatamente a mesma.


Para quem quer oferecer uma receita diferente e muito gostosa. Deixo aqui a sugestão:

Couscous de polvo.

2 xícaras (chá) couscous
4 xícaras (chá) de água
1 colher (sopa) de azeite
1 colher (chá) cheia de tempero para paella (opcional)
1/2 colher (sopa) de sal
700 gramas de polvo cozido cortado em pedaços pequenos ( aproximadamente 2 kg de polvo cru). 
Obs: Pode substituir por lula, camarão cozido, mariscos, atum, kani, frango desfiado,  ou se for vegetariano, por cogumelos fatiados.
1 xícara (chá) de tomatinhos tipo sweet grape
1/2 xícara chá de cebola picada em cubos bem pequenos
1/2 xícara (chá) de salsinha picada
2 colheres (sopa) de vinagre de maçã
3 colheres (sopa) de azeite extra virgem
sal
algumas azeitonas para decorar (pretas ou verdes)

Modo de fazer:

Coloque o couscous em uma tigela média. Reserve. Leve ao fogo uma panela com a água, o sal, a colher de sopa de azeite, o tempero de paella. Deixe ferver. Desligue o fogo e despeje sobre os grãos de couscous . Mexa bem.Tampe de deixe hidratando por 30 minutos.
Enquanto isso em uma tigela maior, coloque os tomates, a salsinha, a cebola picada e tempere com o vinagre, um pouco de sal e o azeite. Reserve.


Passados os 30 minutos, os grãos terão dobrado de tamanho. Devem ficar sequinhos e soltos. 


Mexa com um garfo para afofar e soltar os grãos.


No caso do polvo, cozinhe até ficar macio.


Escorra e pique.Numa tigela grande,  coloque o polvo picado (ou qualquer outro ingrediente de sua escolha). Junte o couscous já hidratado e a mistura de cebola, salsinha e tomates. Misture delicadamente e prove o sal. Se precisar corrija.


 Decore com as azeitonas.
 Coloque nas tacinha ou na travessa de servir.

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Bolo de iogurte


Este bolo, é um dos meus preferidos para o lanche da tarde. Super rápido de fazer, leve e gostoso. Se quiser pode optar pela forma de furo no meio e então, terá um bolo mas tradicional para o lanche. Na foto usei uma forma redonda (média), cobri com ganache de chocolate e salpiquei com coco queimado em flocos. Virou um bolo comemorativo para meu aniversário de casamento. 
O bolo de iogurte ainda tem a vantagem de ser um dos mais saudáveis.

Bolo de iogurte.
Ingredientes:
3 ovos
1 xícara (chá) de açúcar
1 colher (sopa) de manteiga (em temperatura ambiente)
1 copo de iogurte (170 gramas)
1 e 1/2 xícara (chá) de farinha de trigo peneirada
1/2 xícara (chá) de amido de milho
1 colher (sopa) de extrato de baunilha
1 colher (sopa) rasa de fermento para bolo

Para cobertura ( opcional):
200 gramas de chocolate ao leite ( para cobertura) picado
1 lata de creme de leite (escorrer o soro)


Modo de fazer :

Coloque em uma tigela, os ovos e o açúcar. Usando um fouet, garfo ou batedor, bata bem a mistura, até que fique homogênea. Acrescente a manteiga e continue batendo. Adicione o iogurte e misture. Junte aos poucos a farinha peneirada, sem parar de bater. Depois acrescente o amido e continue batendo até que a massa fique bem aerada. Por fim junte o extrato de baunilha e o fermento. Misture delicadamente. A massa tem consistência mais liquida. Despeje em uma forma redonda média ou forma de de furo no meio, previamente untada com manteiga e polvilhada com farinha. Leve ao forno pré aquecido em 180 graus por aproximadamente 40/50 minutos.



Tire do forno e deixe esfriar um pouco. Desenforme.

Se quiser fazer a cobertura de ganache, pique bem o chocolate e leve para derreter em uma panela em banho maria ou no microondas. Junte o creme de leite sem o soro,  Misture bem. Espalhe a mistura ainda morna sobre o bolo já frio. Salpique coco ralado (usei coco queimado)



quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Panquecas com recheio de bacalhau


Adoro panquecas e francamente, ainda não conheci quem não goste. São fáceis e rápidas de fazer. Tem um visual incrível e aceitam qualquer recheio, doce ou salgado. A receita abaixo, faz uma massinha neutra, com textura macia que não resseca. Fica deliciosa com doce de leite, geleia, nutella, creme ou queijo com goiabada. É arrasadora com recheios salgados tipo: creme de palmito e camarão, carne moída, quatro queijos, atum, frango desfiado, carne seca desfiada e na versão bacalhau ,que é a receita postada aqui. O melhor de tudo é que pode ser preparada com antecedência. Basta deixar prontinha. Cobrir bem e guardar na geladeira. Na hora de servir é só aquecer. Cubra com papel alumínio se usar forno convencional. Não resseca.

Ingredientes:

Massa da panqueca:

3 ovos
500 ml de água
6 colheres (sopa) de leite em pó
1/4 de xícara (chá) de óleo
5 xícaras (chá) de farinha de trigo
1/2 xícara (chá) de amido de milho
1 colher (chá) de sal
2 colheres (chá) de açúcar
1 colher (chá) de fermento

Para o recheio:
500 gramas de lascas de bacalhau dessalgado e cozido
1 colher (sopa) de manteiga
1 cebola picada picada em cubos
1 tomate sem pele picado em cubos
10 azeitonas pretas sem caroço picadas
orégano
pimenta do reino
1 colher (sopa) de azeite

Modo de fazer a massa.


Primeiro coloque os ingredientes líquidos e bata no liquidificador. Depois junte, aos poucos, os ingredientes secos e bata muito bem


Despeje a massa em uma tigela. A massa é bem líquida.


Aqueça uma frigideira anti aderente. Despeje a massa com o auxílio de uma concha. Movimente a frigideira em círculos, até que a massa cubra toda a superfície da frigideira. Espere alguns minutos, até a massa desprender do fundo.


Com o auxílio de uma espátula, vire a panqueca.


Deixe dourar um pouco e retire a panqueca.


Repita a operação até acabar a massa.

 O recheio.

Separe os ingredientes para o recheio


Doure a cebola na manteiga. Junte o tomate e refogue bem.


Acrescente o bacalhau e os temperos. Refogue alguns minutos e finalize corrigindo o sal. Acrescente as azeitonas e o azeite. Desligue o fogo e recheie as panquecas.

 Enrole as panquecas como quiser.Pode ser assim, como na foto acima ou em triângulos. Ou ainda fazendo trouxinhas tipo envelope.

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Mac and cheese broccoli


Quando a fome bate, a melhor  receita é aquela gostosa e prática, que fica pronta rapidinho. Esta é um bom exemplo. Faz uma refeição completa e  nutritiva. Muito fácil de fazer e suja só uma panela...  e o melhor: até a meninada que faz cara feia para verdura come o brocoli  coberto com muito queijo.

Mac and cheese com brocoli
Ingredientes:
um brocoli (tipo ninja) pequeno
1,5 litro de água 
1 colher (sobremesa) de sal
1 xícara (chá) cheia de macarrão tipo parafuso
1 colher (sopa) de manteiga
2 xícaras (chá) de queijo tipo prato ralado em ralo grosso ou picado
sal
pimenta do reino
Modo de fazer:


Lave bem o brocoli.


Separe em floretes


Coloque a água e o sal em uma panela e leve ao fogo. Quando começar a ferver coloque o brocoli. Deixe cozinhar por 10 minutos.


Junte o macarrão e deixe cozinhar mais 10 minutos. Escorra.


Junte o queijo, a manteiga e tempere com um pouco de pimenta do reino. Misture delicadamente. Tampe a panela e deixe repousar por 5 minutos. Misture levemente e sirva imediatamente.



terça-feira, 30 de agosto de 2016

Geleia de casca de laranja



Esta é receita ancestral das geleias de laranja que hoje vemos nos supermercados. É bem diferente das industrializadas, certamente rústica,mas cheia de sabor. Não é tão adocicada e mantém um certo amargor das cascas. É perfeita para acompanhar torradas e chá. 
A origem é antiga e vem dos países ao norte da Europa, onde as laranjeiras não eram capazes de crescer. Assim, só no verão tinham acesso as laranjas vindas principalmente dos países mediterrâneos. Um produto caro que só os mais ricos tinham acesso. Assim, era preciso aproveitar tudo das preciosas laranjas. No verão tinham as laranjas frescas e no inverno a deliciosa geleia ou conserva, feita com as cascas e partes do bagaço.


Se quiser uma geleia mais leve (foto acima), descasque as laranjas bem finamente. Com o menos possível de parte branca. O resultado será uma geleia com textura e sabor mais delicado.Quem preferir um sabor mais doce com mais geleia e menos casca, reduza pela metade a quantidade de cascas e adicione o suco de mais duas laranjas. Mas não deixe de provar a receita original. Vale a pena, é deliciosa.

Geleia de casca de laranja
Ingredientes:


2 laranjas (tipo bahia ou laranja de umbigo) grandes
2 xícaras (chá) de açúcar (usei tipo cristal)
3 ou 4 rodelas de gengibre fresco
anis estrelado ( opcional)


Descasque as laranjas e pique em pedaços finos. Coloque em uma panela de fundo grosso, 


Pique as laranjas e coloque na panela junto com as cascas. 


Junte as fatias de gengibre


Junte o açúcar e uma estrelinha de anis(opcional).  Leve ao fogo mexendo de vez em quando.


Mexa de vez em quando.


Depois de mais ou menos 40 minutos em fogo baixo, as cascas estarão bem macias e o liquido bem reduzido. Separe dois potes de vidro bem limpos. Leve água para ferver. Mergulhe os potes e tampas, até ficarem bem cobertos pela água.Deixe por 5 minutos. Escorra a água e coloque a geleia ainda quente, nos potes. Tampe.


Guarde em lugar fresco e escuro.Ficarão em perfeito estado de conservação por mais ou menos 5 meses.

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Fabada, Fabes ou a Fabada de Dona Elia.







Esse é um daqueles pratos de família, que a gente nunca esquece. Prato típico do norte e  noroeste da Espanha. Fui criada comendo os tradicionais cozidos de minha mãe, que ela aprendera com a mãe dela. Este é um deles. Não pode ser chamado de Fabada Asturiana, porque leva repolho e não leva chorizo e páprica. Mas, não deixa de ser uma Fabada. São aqueles pratos originários do campo e que cada família tem o seu. Essa é a Fabada da minha mãe, Dona Elia. Do jeito que ela fazia e eu adorava. Para agradar meu pai, ela colocava mais partes de carne de porco, assim como em uma feijoada: costelinha, orelha, rabo...mas eu sempre adorei a versão simples, com linguiça. É essa receita que deixo aqui. Fácil de fazer e deliciosa para os dias mais frios. Se quiser uma dose extra de sabor e cor, adicione páprica.



Fabada da Dona Elia.
Ingredientes:
500 gramas de feijão branco  
250 gramas
1 repolho grande
1 litro de água
2 colheres (sopa) de azeite
1 cebola grande picada
3 dentes de alho picados
2 tomates bem picados
1 colher (sopa) de sal
1 colher (chá) de páprica picante ou doce (opcional)
1 folha de louro
azeite extra virgem para finalizar

Modo de fazer:
Deixe o feijão branco reidratando em água, pelo menos por oito horas. Gosto de deixar durante a noite, para usar no almoço do dia seguinte.


Separe todos os ingredientes. Pique a cebola, o alho e o o tomate. O repolho pique em pedaços grandes, A linguiça em rodelas grossas.




Em uma panela de pressão, refogue o alho e a cebola

  
Junte a linguiça picada. Deixe refogando por 5 minutos.


Acrescente o tomate e o louro. Refogue mais um pouco. Se quiser, adicione aqui a páprica.


Junte o repolho picado, o sal  e a água. Misture. Tampe a panela de pressão e deixe cozinhar por 40 minutos em fogo médio ou baixo.


Espere a pressão sair. destampe a panela e regue com um fio de azeite extra virgem. Sirva bem quente.

quinta-feira, 7 de julho de 2016

Boston cream pie ou o Bolo de Boston com recheio cremoso.


Neste post, temos mais um bolo fácil de fazer que além de tudo, é simplesmente delicioso. Perfeito para servir na hora do chá. Faz bonito em qualquer ocasião. Apesar de ser chamado de torta, na verdade é um bolo. Um bolo tão saboroso quanto famoso, pois é a sobremesa oficial de Massachusetts desde 1996.

Como é um bolo simples e  bonito, utilizei para uma  festa de aniversário bem informal, com direito a velas e estrelinhas.

Para quem quiser experimentar, aqui fica a receita.

Boston cream pie

Ingredientes do bolo:
130 gramas de farinha de trigo peneirada
300 gramas de açúcar
1 colher (sopa) rasa de fermento para bolo
3 ovos inteiros
180 ml de leite integral
85 gramas de manteiga
1 pitada de sal
1 colher (chá) de extrato de baunilha

Ingredientes para o recheio de creme:
200 ml de leite
200 ml de creme de leite fresco
30 gramas de farinha de trigo peneirada
6 gemas de ovos passadas pela peneira
110 gramas de açúcar
60 gramas de manteiga cortada em cubinhos
1 pitada de sal
1 colher (chá) de extrato de baunilha

Ingredientes para a cobertura com ganache de chocolate:
100 ml de creme de leite fresco
1 colher (sopa) rasa de mel
120 gramas de chocolate ao leite picado

Modo de fazer o bolo:
Em uma panela aqueça o leite com a manteiga, até que ela fique derretida. Desligue o fogo. Adicione a baunilha, misture bem, tampe para manter quente e reserve. Em uma tigela misture a farinha, o fermento e o sal. Reserve. Em outra tigela grande, bata os ovos com o açúcar, até que fique bem homogêneo e esbranquiçado. Junte a mistura de leite aquecido que estava reservado e continue batendo. Adicione aos poucos a mistura de farinha. Continue batendo delicadamente, até que a misture fique bem lisa. Não se preocupe, a massa é bem liquida.
Unte uma forma redonda média. polvilhe com farinha. Despeje a massa e leve ao forno previamente aquecido em 180 graus. Deixe assar por 30-35 minutos ou até que fique bem dourado e solte das bordas da forma.



Retire do forno, deixe esfriar um pouco. desenforme e reserve.

Modo de fazer o recheio:
Em uma panela média e  de fundo grosso, coloque o leite e o creme de leite fresco. Quando começar a ferver retire do fogo e reserve. Em uma tigela misture as gemas previamente peneiradas, o açúcar e o sal. Bata muito bem. Junte a farinha e continue batendo, até dissolver todos os grumos. Só então, junte devagar, uma parte da mistura quente de leite e creme de leite, sem parar de mexer. Agora despeje o conteúdo da tigela, na panela onde está a mistura de leite + creme de leite quentes. Misture bem. Leve ao fogo médio e continue mexendo até que comece a engrossar e soltar do fundo da panela. Desligue o fogo e junte os pedaços de manteiga. Misture vigorosamente até derreter toda a manteiga. Junte o extrato de baunilha, misture bem e deixe esfriar na geladeira por pelo menos 2 horas.



Modo de fazer a cobertura:
Perto da hora de montar o bolo, coloque em uma panelinha o chocolate bem picado juntamente com o mel.

Adicione  o creme de leite e leve ao fogo baixo. Não pare de mexer até que o chocolate derreta completamente e a mistura fique mais espessa e brilhante. Reserve e deixe esfriar até que comece a ficar espesso.

Montagem do bolo:
Corte o bolo ao meio e recheie com o creme já frio. Cubra com a outra metade do bolo. Derrame todo o ganache,  sobre a superfície do bolo, deixando que escorra pelas laterais.