sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Creme de damasco.

Depois das festas natalinas, sempre há sobras de frutas secas, nozes, amendoas ou avelãs. Hoje, ao mexer na despensa, encontrei o derradeiro pacote de damascos turcos. Estavam deliciosos para serem devorados: dourados, macios,doces e suculentos. Mas, resolvi fazer um creme com eles. Super fácil e delicioso. Para servir, usei taças de martini, para as porções individuais.O restante coloquei em uma pequena compoteira de vidro.Aqui fica a sugestão para quem quiser experimentar.
Creme de damascos.
 200 gramas de damascos secos
500 ml de leite integral
4 colheres (sopa) de açúcar
3 colheres (sopa) de amido de milho
1 gema

Modo de fazer:
Pique os damascos. Coloque metade no liquidificador, juntamente com o leite, a gema, o açúcar e o amido de milho. Bata bem até que tudo fique dissolvido. 

Coloque a misture em uma panela e junte o restante dos damascos picados. Leve ao fogo baixo e mexa até que a misture engrosse bem e comece a borbulhar. 




Desligue o fogo. Mexa mais um pouco, tampe e deixe esfriar o suficiente para colocar nas taças ou em outro recipiente para servir. As taças, são uma solução elegante e divertida para servir uma sobremesa numa sexta feira à noite. Bom apetite e bom fim de semana!!

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Salada Violeta com batatas Purple Idaho

Parece uma salada de beterraba, mas não é. Trata-se de uma variedade de batatas, que eu não conhecia até esta semana quando fui ao mercado.
Havia duas opções: 
- a Klondike Medley que é uma mistura de batatinhas: a comum, a rosada e a arroxeada.
- a Klondike Petite é a "tal" batatinha misteriosa.A Purple Idaho de cor arroxeada.

 Ao abrir o saquinho, a primeira impressão, francamente, não é das melhores.Mas, a cor após o cozimento e o sabor me surpreenderam.

 Na foto acima elas estão cozidas e com casca. Na foto seguinte, cozidas e descascadas.


Embora na foto elas pareçam azuladas, ao vivo elas tem uma linda cor violeta, que a fotografa (eu) não teve a "expertise" necessária para captar . Uma pena! A cor é muito atraente e dá margem a uma série de idéias para pratos interessantes. Como eu não conhecia o sabor, preferi não arriscar e usei como guia, a receita que havia no verso do pacote, porém, adaptada ao queijo que eu tinha na geladeira. A sugestão pedia queijo tipo fetta e tempero à base de hortelã. Eu resolvi inovar e usei gorgonzola e desprezei as folhas de hortelã.
O resultado é a foto que abre o post. Uma salada leve, de sabor muito delicado e nada adocicado, como eu imaginava que fosse. O queijo combinou perfeitamente com o sabor e o colorido. Para quem encontrou as batatinhas e quer experimentar, aqui fica a sugestão.
Salada Violeta
Ingredientes:
680 gramas de batatinhas Purple Idaho
1 xícara (chá) de ervilhas (usei congeladas, levemente aferventadas )
1 xícara (chá) de queijo tipo gorgonzola picado em cubinhos
4 colheres (sopa) de vinagre balsamico
2 colheres (sopa) de azeite extra virgem
sal
pimenta do reino

Modo de fazer:
Lave bem as batatinhas. Mantenha a casca e leve para cozinhar em àgua (suficiente para cobrir)  e um pouco de sal. Deixe cozinhar em  fogo médio por mais ou menos 15-20 minutos, até que fiquem macias porém firmes. Escorra, deixe esfriar e descasque. Pique em metades e coloque em uma saladeira. Junte o vinagre, o sal e a pimenta. Misture. Adicione o azeite e misture novamente. Junte as ervilhas e espalhe os cubos de queijo gorgonzola.
Surpreenda-se com o colorido elegante e aproveite o sabor delicado. Bom apetite!! 

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Bolo Alfajor de chocolate e nozes para um feliz Aniversário!!!

Ontem foi meu Aniversário, e posso dizer sem medo de exagerar, que foi um dos melhores que já tive. Resolvi comemorar com um bolo que adoro e que é muito fácil de fazer. Aqui fica a receita para quem quiser experimentar.

Bolo alfajor de chocolate e nozes.
Ingredientes:
4 ovos
1 pitada de sal
150 gramas de manteiga ( em temperatura ambiente)
1 xícara (chá) de açúcar
1 xícara (chá) de chocolate em pó
1 e 1/2 xícaras (chá) de farinha de trigo peneirada
1 colher (sobremesa) de fermento em pó
Para rechear:
1 lata de doce de leite ( usei leite condensado cozido em panela de pressão por 50 minutos)
Para cobertura;
200 gramas de chocolate ao leite
50 gramas de chocolate meio amargo
1 lata de creme de leite (sem soro)
Para decorar:
lasquinhas ( ou raspas) de chocolate e nozes

Modo de fazer:
Coloque os ovos ( inteiros) em uma tigela funda. Adicione a pitada de sal e bata (usei um fouet em todas as etapas) até que formem uma espuma abundante. Junte a manteiga e o açúcar. Continue batendo até que fique um creme liso e uniforme. Junte o chocolate. Bata mais um pouco. Adicione a farinha peneirada e bata até obter uma massa cremosa e uniforme. Adicione o fermento e apenas misture delicadamente. Coloque em uma  forma de fundo removivel, previamente untada com manteiga. Leve para assar em forno pré aquecido, 180 graus, por mais ou menos 30-40 minutos. Até que a massa desprenda das laterais.

Deixe esfriar e desenforme. Corte ao meio para rechear

.
Passe o doce de leite e junte as metades.

Reserve.
Pique os chocolates e leve para derreter em banho- maria. Não deixe a água ferver!!!
Mexa até o chocolate derreter. 


Tire do banho maria e junte o creme de leite. Misture muito bem.





Despeje imediatamente sobre o bolo. Espalhe bem.

Decore com as raspas ou lasquinhas de chocolate e com as nozes.
Bom apetite..e se for aniversariante com eu: FELICIDADES!!!!