sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Polenta rápida de queijo gorgonzola



Sempre tive uma certa dificuldade na hora de fazer polenta, pois na maioria das vezes ela acabava empelotando. Isso acontecia até que descobri essa receita super fácil, rápida e que não empelota nunca.
A  polenta é uma receita básica, o que varia são os molhos ou recheios que  se queira adicionar.
Neste caso, vou postar a receita em uma versão que agrada sempre e garante um jantar rápido e 'chiquetoso".
Polenta rápida de queijo gorgonzola.
Ingredientes:
3 dentes de alho
2 colheres (sopa) de manteiga
5 xícaras (chá) de água
2 xícaras (chá) de fubá de milho (usei fubá de milho branco)
150 gramas de queijo gorgonzola picado em cubos grandes
100 gramas de queijo parmesão ralado
1 colher (sopa) rasa de sal
pimenta do reino à gosto
Modo de fazer:
Primeiro coloque em uma tigela 2 xícaras de água em temperatura ambiente. Adicione duas xícaras  de fubá. Usei o de milho branco, mas pode usar o fubá comum.
Misture bem. Deixe hidratando. Reserve. Esse é o truque que não deixa a polenta empelotar.
Em uma panela, coloque a manteiga. Quando começar a derreter adicione o alho bem picado. Quando a manteiga dourar. Junte 3 xícaras de água. Se não gostar de alho, não use. Deixe a manteiga dourar e a seguir adicione a água.
Quando a água começar a ferver, acrescente o fubá hidratado que estava reservado. Misture bem e continue a mexer sem parar, em fogo baixo, até começar a fazer bolhas.
Junte o queijo. Se não gostar de gorgonzola, use o queijo de massa cremosa que mais gostar.
Continue mexendo sempre até começar a soltar do fundo da panela. Desligue o fogo.
 Despeje o conteúdo da panela em uma forma refratária .
 Cubra com o queijo parmesão e leve ao forno por mais ou menos 30 minutos, para o queijo parmesão derreter todo. Sirva imediatamente. Com um bom vinho tinto é a glória!

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Quibe expresso (de forno).



Este quibe é expresso, porque é super rápido e fácil de fazer. É claro que não é igual às receitas sírias e libanesas que as mães guardam com carinho, mas, é uma receita adaptada e facilitada para aqueles que como eu, adoram quibe mas não dispõe de muito tempo e habilidade para fazer a receita original. Começa que ele é feito no forno e fica bem sequinho . Ideal  para acompanhar com molho de iogurte e hortelã ou com limão. A receita rende 18 quibes grandes ou 30 pequenos, tipo aperitivo.
A receita é feita no processador, mas pode ser feita à mão, desde que os temperos sejam bem picadinhos e os demais ingredientes muito bem misturados. A massa ficará mais quebradiça, portanto é melhor fazer quibes menores e apertar bem, na hora de modelar.


Quibe expresso de forno
Rende 18 quibes grandes ou 30 aperitivo.
Ingredientes por ordem de uso:
500 gramas de farinha para quibe
700 ml de água fervendo
1 xícara (chá) de folhas de hortelã
6 dentes de alho ( grandes)
1/2 pimenta dedo de moça (opcional)
1 colher (sopa) de sal
pimenta do reino à gosto
1 folha de louro
3colheres (sopa) de azeite
500 gramas de carne moída magra(usei patinho)
1 colher  (sopa) de tempero Lebanese 7 spices ou pimenta síria (opcional)

Ingredientes do molho para acompanhar:
1 copinho de iogurte integral (170 gramas)
suco de 1 limão pequeno
1/2 xícara (chá) de hortelã bem picadinha
sal e pimenta do reino à gosto

 Modo de fazer:
Em primeiro lugar, coloque a farinha de trigo para quibe em uma tigela grande. Adicione a água fervendo e misture bem com uma colher. Deixe descansar por 30 minutos.


Depois de 30 minutos estará bem hidratada.


Coloque o hortelã, o alho, as três colheres de azeite, o sal, a pimenta dedo de moça , o louro e a pimenta do reino no processador.


Processe os temperos.


Adicione a carne e o Lebanese seven spices (usei o da Bombay)


Processe até misturar tudo. Comece a adicionar a farinha de quibe já reidratada. Primeiro junte a metade. Processe. Depois adicione o restante e as outras três colheres de azeite. Processe tudo muito bem. Primeiro pulsando para misturar e depois no máximo.


O resultado será uma pasta densa e bem homogênea.


Pré aqueça o forno em 180 graus. 
Unte (com azeite) uma forma grande. Unte também as mãos e comece a modelar os quibes usando as palmas das duas mãos como molde.



Leve ao forno por 40/45 minutos até que fiquem firmes e dourados.

Para fazer o molho de iogurte basta  misturar bem todos os ingredientes na hora de servir.


























domingo, 7 de janeiro de 2018

Bolinho de arroz e camarão


O fazer com aquela sobra de arroz? A melhor resposta é: deliciosos bolinhos de arroz. Pode fazer a versão  simples ou a  glamourosa - com camarão. Ambas são deliciosas. Pode substituir o camarão por pedacinhos pequenos de presunto ou de linguiça calabresa.O resultado é sempre o mesmo....uma gostosura!!



Bolinhos de arroz e camarão.
Ingredientes:

250 gramas de camarão limpo
2 xícaras (chá) cheias de arroz cozido e frio (sobras)
1 ovo inteiro
1/2 xícara (chá)  de leite integral
salsinha picada
2 dentes de alho bem picados
sal
pimenta do reino
2 colheres (sopa) de amido de milho
3 colheres (sopa) de farinha de trigo
1 colher (café) de fermento para bolo
Modo de fazer:


Separe o camarão


Junte o ovo, o sal, a pimenta, a salsinha e o alho


 Adicione o leite, o arroz, o amido de milho e a farinha.


Misture tudo muito bem. Junte o fermento e misture mais um pouco.


Em uma panelinha, coloque o óleo para esquentar. Mantenha o fogo médio. Quando estiver quente, pingue os bolinhos no óleo, com o auxílio de uma colher. Vire quando estiverem dourados


Coloque sobre papel absorvente, para retirar o excesso de óleo. Sirva quente ou frio.

sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Refogado de abóbora moranga ou como aproveitar a decoração de Halloween


Fui criada desde pequena, aprendendo que não devemos desperdiçar alimentos. Talvez isso se explique pelo fato de ser filha de imigrantes europeus que passaram necessidade durante o período de guerra e sempre valorizaram os alimentos, evitando todo e qualquer desperdício.
Por isso fico horrorizada com "guerra de comida" ou mesmo como festivais tipo  "La tomatina" na Espanha onde são desperdiçadas toneladas de tomate, só de "brincadeira". Acho um desrespeito com a natureza e com os escassos e preciosos recursos naturais como a água, empregados na produção desses alimentos.

Sendo assim, além de ser fã de abóbora, passado o Halloween, as abóboras vão para a cozinha rendendo pratos deliciosos e nutritivos.

 

Refogado de abóbora 

 Ingredientes:
1 quilo de abóbora descascada e picada em pedaços pequenos.
200 gramas  de linguiça calabresa picada em fatias finas
3 colheres (sopa) de azeite
3 dentes de alho picados
1 cebola média picada
4 tomates maduros, sem pele, picados
sal
pimenta do reino
sálvia fresca ou desidratada (usei a fresca)
Modo de fazer:
A parte mais chata é descascar a abóbora, que tem a casca muito dura. Mas, cortando ao meio e depois em gomos, facilita bastante. 


Depois apoie o gomo na tábua e com uma boa faca, vá descascando em lascas, de cima para baixo,  até limpar toda a abóbora.


Pique em pedaços pequenos, pois facilita o cozimento


Coloque o azeite em uma panela. Junte o alho e a linguiça e refogue até dourar o alho.


Adicione a cebola, refogue até murchar. Acrescente o tomate e misture.


Junte a abóbora picada o sal e a pimenta do reino. Misture bem , tampe a panela e deixe cozinhar por 20 minutos no fogo médio, mexendo de vez em quando. Se começar a secar muito, junto meia xícara de água e mantenha mais um pouco no fogo. Quando a abóbora estiver desmanchando, junte as folhas de sálvia. Prove o sal e corrija se precisar. Misture e desligue o fogo. Mantenha tampado por mais cinco minutos.


Depois com uma colher ou amassador de batatas, amassa a abóbora até formar um creme espesso e pedaçudo. Sirva com arroz branco e batata palha. Também fica uma delícia como mistura no querido arroz e feijão de todo dia.

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Homus


É receita de origem árabe, que além de muita nutritiva é deliciosa. Perfeita para os dias mais quentes e muito fácil de fazer. Os puristas, vão me odiar, mas a versão que deixo neste post, é adaptada ao gosto da minha família. Cada um pode ir adaptando conforme o paladar dos convidados ou familiares. Seja tornando a receita menos ou mais acida, picante ou não, com mais sabor de alho ou não e assim por diante. Para acompanhar use torradinhas, pão sírio, blinis (panquequinhas) e fatias de tomates juntamente com pepinos fatiados, devidamente temperados com azeite extra virgem, sal e pimenta.

Homus
Ingredientes para o cozimento:
500 gramas de grão de bico seco ou 800 gramas congelado
2 litros de água
2 dentes de alho
1 colher (sopa) de sal
1 colher (sopa) de tempero zathar (opcional)
2 colheres (sopa) de azeite
Ingredientes para o tempero:
4 dentes de alho
suco de 4 limões
3 colheres(sopa) de azeite extra virgem
4 colheres (sopa) de tahine
1/2 pimenta dedo de moça (opcional)
 1 xícara (chá) de água mineral gelada
sal
pimenta do reino

Modo de fazer:
Deixe o grão de bico reidratando de véspera. Escorra e cozinhe com a água, o alho, o azeite, sal, zathar  pimenta síria ou ainda lebanese seven spices). Cozinhe em panela de pressão por 30/40 minutos em fogo médio/baixo (se usar o grão de bico congelado, ficara pronto em 20 minutos). Aqui o tempo varia de acordo com a panela de pressão e o fogão. Mas o grão de bico precisa estar bem macio. Escorra. Coloque em um liquidificador ou processador. Eu usei um processador.


Junte os dentes de alho, o suco dos limões, o azeite, o tahine, a pimenta dedo de moça, a água mineral gelada e a pimenta do reino. Processe ou bata bem, até obter um creme aveludado. Prove o sal. Se precisar corrija. Se achar o creme muito seco, coloque um puco mais de azeite e água gelada.


 Tem que ter uma consistência cremosa e aveludada.