terça-feira, 30 de junho de 2009

Churros espanhóis.


Quando falamos em churros, a maioria das pessoas pensa logo no churro açucarado e recheado de doce de leite, vendido em quiosques populares. Mas, a minha lembrança de churro é bem diferente. Há muitos anos atras, eram feitos na hora, em feiras livres. Fritos na frente do "fregues". Grandes espirais de massa frita salgada e crocante. Eram cortados com grandes tesouras e vendidos aos pedaços, envoltos num pedaço de papel. Devorados avidamente alí mesmo, por fiéis consumidores.
Os churros fazem parte de minha infancia. Em parte porque como espanhóis, adoravamos a iguaria, que era muito comum nas "Ferias" espanholas. Fritos na hora pelas habeis e experiente "churreras", são degustados no café da manhã acompanhados por uma bela caneca de chocolate quente. No clima quente do Brasil, são deliciosos com uma cerveja bem gelada.
Meu marido, embora não seja descendente de espanhóis, também conhecia os churros "da feira" e gostava muito. Lembrando-se disso, pediu que eu procurasse uma boa receita e tentasse faze-los. Desafio aceito, procurei e encontrei uma receita espanhola que produziu um resultado muito próximo, ao churro de nossa infancia. Fiz a massa e ele, com sua mão firme, verteu a massa sobre o óleo quente, produzindo as lindas espirais da foto.
Fácil e eficiente, como convém as melhores receitas.
Aos saudosistas ou interessados, deixo aqui a receita. Bom apetite!!!
Churros espanhóis.
Ingredientes:
250 gramas de farinha de trigo peneirada
1 colher (chá) de sal marinho
1 colher (café) de fermento para bolo
1 xícara ( chá) de agua
1 xícara ( chá) de leite
óleo para fritar
Modo de fazer:
Misture o sal na farinha. Vá acrescentando o leite e agua na farinha, mexendo muito bem até obter uma massa lisa e uniforme. Se quiser use um mixer. Por último acrescente o fermento. Misture delicadamente e deixe a massa descansar por 15 minutos. A massa tem uma consistencia liquida, semelhante a da panqueca. Despeje a massa em uma jarra com bico.
Leve ao fogo uma frigideira grande com bastante óleo. Quando estiver bem quente, despeje a massa aos poucos formando uma espiral. Se despejar a massa rapidamente e com um fio estreito de massa, terá churros muito finos. Se fizer de modo lento e vertendo um fio generoso de massa, terá os churros mais próximos da forma original (2 a 3 cm de diametro). Quando dourar,vire a espiral com o auxilio de uma pinça ou pegador de massa. Dourado por igual, retire e deixe escorrer em papel absorvente. Sirva quentinho.

5 comentários:

  1. Vou experimentar fazer. Há algum tempo queria encontrar a receita desses churros. Obrigada por compartilhar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que vc goste... é bem simples de fazer!!
      abraços

      Excluir
  2. Ao invés de sal marinho , salgar com ajinomoto fica igual , e a massa não pode ser muito líquida ,senão quando frita ele fica amassado. A massa mais firme fica redondo e deixe o olho esquentar bem ,coloque um fósforo no óleo quando acender coloca a massa

    ResponderExcluir