terça-feira, 21 de junho de 2016

Bolo de milho, uma delícia de São João.







A receita é da Carla Pernambuco. Só isso já é garantia de coisa boa. Na receita original, ela recomenda o uso de forma com furo no meio. Resolvi fazer a receita usando forminhas (usei as de silicone), garantindo assim, praticas porções individuais. Rende 18 porções.Super charmosas para uma festa junina. O resultado saiu perfeito. O melhor de tudo é que é muito fácil de fazer. Tudo no liquidificador. Vamos fazer um doce para o São João divertido e delicioso?

Bolo de Milho
Ingredientes: 
1 lata de milho verde ou 1 xícara (chá) de milho = 1 espiga grande desgranada
3 ovos inteiros
1 colher (sopa) de manteiga
100 gramas de coco ralado
1 lata de leite condensado
1 colher (sopa) rasa de fermento para bolo

Modo de fazer:
 Primeiro, separe o milho. Se utilizar o de lata, escorra bem o liquido.


 Se utilizar a espiga, retire os grãos com o auxílio de uma faca.


Separe todos os ingredientes. Coloque os ingredientes no liquidificador, em etapas.


Primeiro, o milho, a manteiga e os ovos no copo do liquidificador.


Bata bem até obter um liquido homogêneo


Depois, junte o coco ralado, o leite condensado e o fermento.


Bata muito bem, Não se preocupe, a massa é bem liquida.


Despeje a massa em uma forma média, com furo, devidamente untada e enfarinhada ou como eu, em forminhas de silicone ou ainda, em forminhas de empada, enfarinhadas e untadas. Vai precisar de 18 forminhas, tamanho empada.

Leve ao forno pré aquecido em 180 graus, por aproximadamente 30-35 minutos ou até que fique dourado. Espere esfriar um pouco e desenforme.


Aproveite!!!

terça-feira, 14 de junho de 2016

Quentão ou como aquecer os corações em uma noite fria.


As noites de junho estão bem frias, e nada melhor que uma bebida típica das festas juninas para esquenta-las. Esta é uma versão rápida e bem saborosa do Quentão caipira. A receita pode ser adaptada de acordo com o gosto de cada um: mais doce, menos doce, mais alcoólica ou menos. Sem falar das especiárias, que podem ser adicionadas ou simplesmente eliminadas conforme o gosto de cada um. A receita base é esta, que aprendi ainda menina observando Dona Hilda. Ela fazia a Festa de Santo Antonio com direito a reza de terço e mastro em homenagem ao Santo. Havia quitutes, bebidas típicas,  e foguetório em homenagem ao santo protetor de seu marido Seu Antonio. Isso foi lá pelo fim dos anos 60.
Fica aqui a receita. Se quiser fazer uma receita à parte para as crianças participarem (elas vão adorar, tomar o Quentão) execute a mesma receita substituindo as medidas de cachaça, por água mineral. Vai ser apenas um delicioso e benéfico chá de gengibre.  Fácil de fazer, vale a pena experimentar.

Quentão caipira.
Ingredientes:


4 colheres (sopa) de açúcar
1 xícara (chá) de água mineral
2 xícaras (chá) de cachaça de boa qualidade.
3 rodelas (grandes e finas) de gengibre
1 rodela (fina) de limão
8 cravos da Índia
3 paus de canela (pequenos)

Modo de fazer:
Em uma panela de fundo grosso, coloque o açúcar. Leve ao fogo médio e espere começar a derreter e caramelar.


Quando começar a caramelar, adicione a água. Logo a seguir a cachaça e os demais ingredientes. Se quiser mais teor de álcool no quentão, diminua a água e substitua por cachaça. Diminua também, o  tempo de fervura (deixe apenas 3 minutos). Quanto mais deixar ferver, mais o álcool vai evaporar. Para as crianças, proceda da mesma forma, mas use apenas água. 
Quando começar a ferver, conte 5 minutos e desligue o fogo.


Logo a seguir, tampe e deixe repousar por mais 5 minutos. Coe e sirva bem quente. Fica um charme, servido em canequinhas.