terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Camarão na moranga.





Alguns pratos são tão bonitos e gostosos que eles, por si só, já são uma festa. 

Convide alguém para comer camarão na moranga, e certamente o convite será aceito sem pestanejar. É um prato cheio de estilo e muito sabor. Minha filha Stella, que adora cozinhar e está sempre testando receitas,  fez e aprovou. O prato é fácil de fazer, só demanda um pouco de tempo e boa vontade. Porém, o resultado compensa. É perfeito para qualquer data festiva, ou delicioso pretexto  para reunir toda família à mesa. Fica a sugestão com o passo a passo para facilitar.


Camarão na moranga



Ingredientes

1 abóbora moranga grande
1 pacote de catupiry (400g)
800g de camarão médio limpo
600 ml de água
1 pacote de hondashi (ou 1 tablete de caldo de peixe)
1/2 maço de salsa
1 cebola
2 tomates
2 colheres de sopa de extrato de tomate
3 dentes de alho amassados
1 dose de conhaque
1,5 xícara de vinho
1 lata de creme de leite
sal, pimenta do reino e azeite

Modo de fazer:





Lave bem a abóbora por fora, com o auxílio de uma tampa, xícara etc. marque o local onde cortará a tampa. Corte com uma faca curta a marcação e depois volte reforçando o corte com uma faca maior.

 Tire a tampa.








 Tire todo o miolo e sementes da abóbora.
Deixe a abóbora limpinha.



Após essa limpeza, besunte a parte externa da abóbora de azeite. Na parte interna além do azeite, besunte com 1 dente de alho amassado e pimenta do reino à gosto.



 Feche a abóbora novamente com a tampa. 


Enrole em papel de alumínio. 


Leve ao forno pré aquecido e deixe assar entre 1h30 a 2h em forno na faixa dos 200 a 225 graus, até que a abóbora fique com uma cor alaranjada mais forte e cheiro de cozida.



Enquanto a abóbora assa, coloque os camarões limpos em um travessa, tempere com sal, pimenta do reino e limão e reserve. Pegue duas panelas para preparação do caldo e do refogado dos camarões.


Para o caldo, coloque os 600 ml de água, 1 colher de sopa de azeite, pimenta do reino e um ramo de salsa e acrescente o hondashi ou caldo de peixe. Caso prefira caldo natural, coloque essa mesma mistura de água, azeite e temperos (sem hondashi ou caldo) com a casca e cabeça dos camarões que limpou, acrescente sal, deixe ferver, depois coe e reserve o caldo.





Em uma outra panela coloque azeite, cebola picada, os tomates, o restante da salsa picada miúda, os 2 dentes de alho espremidos restantes e o extrato de tomate. Refogue até ficar um molho denso e com os ingredientes já cozidos e desmanchando levemente. Coloque a dose de conhaque em uma concha de metal, despeje lentamente na mistura e coloque fogo, cuidado com as chamas que levantarem para não se queimar. Espere abaixar e sumir esse fogo que se forma dentro da panela, está flambado. Acrescente o vinho branco e deixe aferventar por mais uns 10 minutos. Coloque o caldo de camarão reservado e mexa bem até incorporar tudo.


Desligue o fogo e coloque a lata de creme de leite sem soro, misturando bem até ficar um molho levemente rosado e leitoso. Reserve.



Em uma frigideira, coloque um fio de azeite e doure levemente os camarões até eles começarem a querer cozinhar, quando eles mudarem de cor, desligue o fogo para terminar de cozinhá-los dentro da moranga. Separe uns 6,8 para enfeitar por fora da moranga depois de pronto.

Pegue a moranga e recheie seu interior com o catupiry, passe nas paredes e no fundo de forma a ficar com o interior branco.


Feito isso, acomode os camarões e na sequencia preencha com o molho. Feche novamente a moranga, cubra com papel de alumínio e deixe no forno em torno de 225 graus por volta de 30 a 40 minutos. Depois disso ela estará pronta para servir. Para enfeitar abra levemente a tampa e decore em cima com os camarões que foram separados.



Dicaao servir, cuidadosamente com uma colher ou concha, misture o molho e os camarões ao catupiry da borda. O molho ficará com uma consistência mais firme semelhante a um estrogonofe. Recomenda-se servir com arroz branco e pode-se servir batata palha para acompanhar.



sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

Southern pulled pork - receita passo a passo.



Adoro o tempero para carne de porco do sul dos Estados Unidos. Faz toda a diferença. Pode ser comprado pronto, mas é bem melhor fazer em casa e ir dosando os ingredientes conforme o gosto da família. Mais doce, menos doce . Mais apimentado, menos apimentado. A característica marcante da cozinha do sul é o tempero cajun. Onde carnes e frutos do mar são bem temperados com sabores apimentados e agridoces. Na foto, o pernil parece estar com a crosta queimada, mas não está. É crocante e adocicada graças ao açúcar que caramelizou. Assado lentamente até ficar tão macio que desmancha na hora do corte, podendo ser facilmente desfiado, daí vem o nome em inglês (pulled pork). 



Então chega o momento glorioso de desfiar o pernil macio e suculento para fazer deliciosos lanches regados com o molho chamado: Carolina vinegar barbecue sauce.

Se quiser usar a versão lombo, que não é a original, vai ganhar muito tempo, já que fica pronto bem mais rápido. É uma delicia. Os ingredientes e modo de fazer são exatamente iguais. 


A diferença é que o lombo fica sequinho e delicioso para ser saboreado em generosas fatias.

Southern Pulled Pork
Ingredientes
3 quilos de pernil de porco sem osso (ou 2 quilos de lombo de porco)
1/4 de xícara de óleo vegetal
1/2 xícara (chá) cheia de tempero seco (dry rub)
1/4 de xícara (chá) de açúcar demerara ou cristal
molho para churrasco (Carolina vinegar barbecue sauce)
Modo de fazer:

Tempero seco ( dry rub)
Coloque no processador: 
3 colheres (sopa) cheias de cominho em grão
3 colheres (sopa) cheias  de açúcar mascavo
7 colheres (sopa) cheias de páprica 
2 colheres (sopa) de chili powder
1 colher (sopa) de pimenta vermelha seca
3 colheres (sopa) cheias de sal grosso
2 colheres (sopa) de pimenta preta moída
2 colheres (sopa) de cebola em flocos desidratados
2 colheres (sopa) de alho desidratado


Bata no processador até obter um pó fino e homogêneo.

Molho para churrasco ( Carolina vinegar barbecue sauce)
1 xícara (chá) de vinagre de maçã
1 xícara (chá) de vinagre de vinho branco
1/2 xícara (chá) de açúcar mascavo
1 colher (sopa) de chili powder
1 colher de pimenta vermelha seca
1 colher (sopa) de sal grosso
1 colher (sopa) de pimenta do reino em moída

Coloque no copo do liquidificador e bata bem, até que os ingredientes fiquem perfeitamente misturados. Ponha em uma panela e leve para ferver. Cuidado não aspire a fumaça. Desligue o fogo e deixe esfriar. Passe pela peneira e ponha na molheira. Deixe na geladeira até 1 hora antes de servir. observação: O ideal é que o molho seja feito pelo menos  24 horas antes do uso, para que os sabor e aroma se  intensifiquem.



Primeiro dia : Temperando o pulled pork - Limpe o pernil (ou lombo) de todo excesso de gordura.

pernil sem osso

 Passe bastante tempero seco por todo o pernil, deixando formar uma camada grossa de tempero seco. O mesmo procedimento para o lombo

lombo

 Coloque em uma assadeira e cubra com filme plástico. Deixe na geladeira de um dia para outro ou pelo 8 horas. 
Segundo dia: Assando - Retire da geladeira 1 hora antes de começar a assar. Espalhe o açúcar demerara sobre a carne e deixe descansando. Depois, aqueça o óleo em uma panela grande. 

pernil

lombo

Coloque o pernil/lombo e frite. Vire e frite do outro lado, para formar uma crosta firme.
Pré aquela o forno em 180 graus.


Dica: se quiser um toque de defumado (sabor e aroma), coloque alguns pedaços de madeira (madeira para forno de lenha), mas 
 CUIDADO deixe longe dos orifícios de saída de calor em forno a gás. Pode optar também, por utilizar lascas de madeira em uma forma, no piso do forno, durante o processo de assar a carne.



 Acomode o pernil e o óleo da fritura, em uma assadeira. Cubra com papel alumínio e leve para assar por 3 horas ou até que fique bem macio. Tire o papel alumínio e deixe assar mais 1 hora.  No caso de optar pelo lombo, leve-o coberto com papel alumínio ao forno por 1 hora. Depois retire o papel alumínio e deixa assar mais 45 minutos.



Retire o pernil do  forno e desfie com o auxilio de 2 garfos. 


Sirva quente acompanhado do molho.

Lombo pronto para ser fatiado.