segunda-feira, 18 de abril de 2011

Polenta delicada.

Gosto muito de polenta, mas confesso que não era o tipo de prato onde eu me saia melhor.Até conhecer esta receita. Leve e de sabor delicado, a receita é muito simples e rapida. Não há como errar o ponto ou embolotar. Ótima para um jantarzinho gostoso, acompanhada de um bom vinho. Impressiona e não dá trabalho. A cobertura da polenta pode ser de carne, frango ou atum.  Fica aqui a receita para quem quiser experimentar.

Polenta delicada.
Ingredientes:
500 ml de água
2 e 1/2 xícaras (chá) de fubá mimoso
1 colher (chá) de sal
1 envelope de caldo de carne
2 colheres (sopa) de manteiga
Para o molho de carne:
400 gramas de carne moida magra (usei patinho)
2 colheres (sopa) de azeite
3 dentes de alho bem picadinhos
1 cebola média bem picada
1 xícara (chá) de salsinha picada
1/2 folhinha de louro
1 xícara (chá) de água
1 lata de tomate pelado (pomodori pelati)
sal
pimenta do reino
100 gramas de queijo parmesão ralado
azeite de oliva

Modo de fazer:
Em uma panela, coloque a água fria, o sal, o envelope de caldo de carne e o fubá mimoso. Bata bem com um fouet ou batedor de arame.

Quando estiver bem misturado, adicione a manteiga e leve ao fogo médio. Continue mexendo sem parar. Quando começar a engrossar, mexa mais vigorosamente até que a mistura comece a descolar do fundo da panela.

Desligue o fogo. Unte um refratário médio, com um pouco de azeite. Despeje a polenta cozida, nivele e reserve.



Faça o molho ou utilize um molho pronto de sua preferencia. No caso, fiz o molho com carne moida, mas poderia usar frango desfiado, linguiça calabresa ou atum.

Para o molho de carne, leve uma panela ao fogo médio. Coloque o azeite e o alho picadinho. Quando começar a dourar, junte a carne. Vá mexendo bem até que a carne fique bem frita e solta. Junte a cebola, a salsinha, sal a gosto e um pouco de pimenta do reino.





Misture bem, junte a água, o louro e deixe cozinhar em fogo brando, até que o molho evapore totalmente. Junte todo o conteudo da lata de tomate pelado. Prove o sal, corrija e deixe cozinhar mais uns 5 minutos em fogo médio.


Desligue o fogo e espalhe a carne com molho sobre a polenta que estava reservada.


Rale o queijo ou utilize produto pronto.

Espalhe sobre a carne.


Leve ao forno pré aquecido em 180 graus, por alguns minutos, até o queijo comece a dourar.



Tire do forno.Regue com um fio de azeite extra virgem e sirva.
Bom apetite!!!

sábado, 2 de abril de 2011

Manjar de coco da Dona Mimi.


Esta receita é bem antiga. Comum nos caderninhos de receitas das prendadas donas de casa dos anos 50. Facílima de fazer e que nunca perde seu charme. Foi uma das primeiras sobremesas que aprendi a fazer. Recém casada, no final da década de 70, copiei a receita do caderninho de uma amiga. A foto do post, é como a receita era apresentada antigamente. Para moderniza-la basta coloca-la em taças individuais, copinhos de vodka, licor, caipirinha ou taças de martini. Decore com uma ameixa  ou um pedaço dela. Regue com um  pouco de calda, que ela ganha a versão festa.Totalmente repaginada.
Ou ainda, feita em forma de silicone, na versão dois amores: parte pudim de chocolate (1 lata de leite condensado, 1 lata medida de leite integral, 2 colheres cheias de chocolate em pó, 1 colher de essência de baunilha, 2 colheres de amido de milho. Bata no liquidificador e leve ao fogo em uma panela, mexendo sempre até engrossar) e parte manjar de coco.


Para os saudosistas, amantes da moda retrô ou vintage a apresentação da primeira foto é a ideal. O importante é que a receita em si, é deliciosa e absurdamente simples. Pode ser feita com ou sem calda sem prejuízo algum do sabor. A versão acima, com calda de ameixa preta é a tradicional.
Aqui fica a receita para quem quiser experimentar.

Manjar de coco da Dona Mimi.
para a calda:
1 xícara (chá) cheia de ameixa preta seca sem caroço
1 xícara (chá) de água filtrada ou mineral
1/2 xícara (chá)  de rum
2 colheres (sopa) cheias de açúcar
para o manjar:
1 lata de leite condensado
2 medidas (a lata) de leite integral
1 vidro de leite de coco
3 colheres (sopa) cheias de amido de milho

Modo de fazer:
Primeiro faça a calda. Despeje as ameixas em uma panelinha.

Adicione a água, o rum e o açúcar. Misture bem.



 Leve ao fogo médio/baixo por mais ou menos 35 a 40 minutos, ou até que o liquido reduza pela metade.


Tampe e deixe esfriar.

Para fazer o manjar, pegue uma panela média e de preferencia com fundo grosso, para que o creme não queime no fundo. Coloque todos os ingredientes e misture muito bem com um fouet, antes de levar ao fogo. Se preferir, use um mixer ou bata no liquidificador.




Leve a panela ao fogo (baixo) com a mistura bem dissolvida. Mexa constantemente, em circulos, com o auxilio do fouet, para evitar que a mistura se acumule no fundo e comece a formar grumos.Contine até que o creme engrosse, comece a ferver e formar bolhas.
Desligue o fogo e mexa vigorosamente para alisar e encorpar bem o manjar.


Ainda quente, despeje em forma decorada ou deixe esfriar um pouco e coloque em copos ou taças individuais. Cubra com filme plástico e leve para à  geladeira. Na versão da foto do post, deixe pelo menos 5 horas antes de desenformar. Eu estava com pressa, eu deixei apenas 3, por isso o manjar "trincou" em vários pontos. Coloque a calda e as ameixas, somente na hora de servir, para não escurecer o manjar.
Bom apetite!