segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Pão de amendoim ( receita para máquinas de fazer pão)


Sou fã declarada das maquinas de fazer pão.Este fim de semana resolvi testar uma receita e adorei o resultado, tanto na aparencia quanto no sabor.Um pão fácil e saboroso que combina muito bem com doces e salgados.
Fica a sugestão para quem gosta de amendoim e quer experimentar um pão diferente.
Pão de Amendoim
Ingredientes: 
2 xícaras (chá) de água
2 colheres (sopa) de azeite
1 colher ( chá) de sal
2 colheres (sopa) de açúcar
2 colheres (sopa) de leite em pó
150 gramas de amendoim torrado e moido bem fino ( comprei um pacotinho da marca Amendoissimo)
4 e 1/2 xícaras (chá) de farinha de trigo peneirada
1 colher (chá) de fermento biológico seco
Modo de fazer:
Coloque todos os ingredientes na cuba da maquina, seguindo a ordem em que aparecem na receita: primeiro os ingredientes liquidos e por fim os secos. Termine com o fermento misturado à última xícara de farinha.
farinha.Esta receita é para pães grandes ( mais de 900 gramas e o ciclo é o de pão sanduiche de 3 horas ).

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Spaghetti ao pesto




O molho "Pesto" é uma receita tradicional italiana.Delicioso e com um colorido exuberante.Pode ser feito com antecedencia e guardado na geladeira. Basta aquecer levemente, na hora de servir. Faço sempre a receita padrão, com apenas alguns ajustes, conforme o paladar da familia: um pouquinho mais de alho e de queijo. Aqui fica a receita, para quem quiser experimentar .

Spaghetti ao molho Pesto
Ingredientes:
500 gramas de spaguetti, spaghettoni 4 ou linguini grano duro 
2 xícaras (chá) de folhas de manjericão fresco
3 dentes de alho
1/4 de xícara (chá) de pinoli ( ou snobar, como dizem os libaneses)
2/3 de xícara (chá) de azeite extra virgem
sal e pimenta do reino à gosto
2/3 de xícara (chá) de queijo pecorino ralado ( outras boas opções são o grana padano ou o parmesão)
Modo de fazer:
Cozinhe a massa conforme instruções da embalagem. Quando estiver "al dente", desligue o fogo, escorra e reserve.
Coloque no copo do liquidificador: o manjericão, o alho descascado e picado, o pinoli, o azeite, e o queijo ralado. Bata bem até formar um creme liso. Prove o sal. Corrija. A seguir tempere com a pimenta do reino. Bata mais um pouquinho.



Coloque o molho em uma frigideira, aqueça ligeiramente e junte o macarrão que estava reservado. Misture delicadamente. Desligue o fogo antes que o molho comece a grudar no fundo. Sirva imediatamente. Se quiser, sirva acompanhado de queijo ralado na hora. Acompanhe com uma taça de vinho tinto e aproveite um dos melhores sabores da culinária italiana. Bom Apetite!!!

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Grão de bico com bacalhau.


O grão de bico é uma leguminosa muito versátil, nutritiva e saborosa. Fantastica em cozidos e deliciosa em saladas e patês. Esta receita é uma das minhas preferidas. Faz sucesso até entre aqueles que não costumam ser fãs das tradicionais bacalhoadas portuguesas. Se não gostar de bacalhau, experimente fazer a mesma receita substituindo o bacalhau, por fatias finas de pepperoni ou linguiça calabreza. Simples de fazer (como eu gosto), visual atrativo e uma delicia. A foto que ilustra o post, é dessa receita, acompanhada de mandioca frita, bem crocante...huuummm  ...irresistivel!
Para quem quiser aproveitar o preço convidativo dos importados ( bacalhau, azeite, azeitonas e vinhos) graças a cotação do dolar, aqui fica a receita!

Grão de bico com bacalhau.
Ingredientes:
500 gramas de bacalhau salgado ( ou congelado )
250 gramas de grão de bico
1 folha de louro
150 ml de azeite de oliva
3 dentes de alho bem picadinhos
2 cebolas grandes picadas em cubinhos
1 pimentão vermelho pequeno cortado em tiras
1 colher (chá) de páprica picante
10 azeitonas pretas
1 fio de azeite extra virgem
Modo de fazer:
Nesta receita utilizei o bacalhau salgado, que foi lavado e picado. Deixei de molho por 18 horas, fazendo quatro trocas de àgua ao longo do periodo. Se utilizar o congelado, utilize conforme instruções da embalagem. Deixei o grão de bico em àgua, para hidratar, desde a véspera. Com esse cuidado, ele ficou fácil de cozinhar e dobrou de tamanho. Foi cozido em uma panela de pressão, com àgua suficiente para cobri-lo, um fio de azeite, uma pitada de sal e uma folha de louro. Cozinhou por 20 minutos em fogo médio. Ficou "al dente": macio ao morder, porém bem firme. Escorra e reserve.
Leve o bacalhau para cozinhar em bastante agua. Deixe cozinhar com a panela aberta, pois faz muita espuma.Observe até que fique  macio porém, firme ( mais ou menos 20 minutos em fogo médio). Sinta o ponto, espetando com um garfo. Escorra e reserve.
Em uma panela, faça um refogado com o azeite, o alho, a cebola, o pimentão. Quando a cebola estiver dourada e o pimentão macio junte a páprica e as azeitonas. Misture bem .
A seguir, junte o bacalhau grosseiramente desfiado e sem espinhas. Se quiser, tire a pele, pois o visual fica bem mais bonito. Na foto do post, o  bacalhau esta com pele, pois aqui em casa adoramos a pele gelatinosa. Então, é uma opção que fica ao gosto de cada um. Se não gostar de bacalhau, coloque nesta fase, as fatias de  pepperoni ou linguiça calabreza. Misture bem e deixe refogar por uns 2 minutos (se usar o bacalhau) e uns 10 minutos se usar os ingredientes alternativos.



A seguir, junte o grão de bico cozido e escorrido. Refogue e mexa delicadamente para misturar os ingredientes. Prove o sal e corrija se necessário. Refogue mais dois minutos.





Desligue o fogo.Regue com um fio de azeite extra virgem e tampe a panela. Deixe descansar por 5 minutos e sirva.