quinta-feira, 29 de julho de 2010

Moussaka


Há alguns dias atrás fomos ao restaurante Acropolis e o sempre atencioso e simpático sr. Petrakis, nos brindou com  algumas de suas memórias e com um Moussaka perfeito! 

Saímos de lá com a firme intenção "tentar" reproduzir a receita. No domingo, nos juntamos na cozinha: eu, Mariana minha filha, meu genro Paulo e meu marido. Usamos uma receita dos anos 60, que Roland Göök recolheu em seu livro " Die 100 beruhmtesten Rezept der Welt". Paulo ia descrevendo a receita, Mariana e eu nos revezamos nas frituras e preparação dos ingredientes.Meu marido ia adiantando a cobertura de iogurte, que é chamada de "saliwka". Na foto é possível perceber que a cobertura ficou levemente tostada, porém, isso fica ao gosto de cada um. Quanto mais tostada ( mais tempo de forno), mais crocante.

Pelo tamanho da "equipe" na cozinha, pode parecer que o prato é complicado, mas não é. Trabalhoso sim, porém o resultado final, compensa. É um prato  muito saboroso e farto, que rende seis generosas porções.
No final das contas, foi muito divertido ver a família reunida na cozinha, lidando com receitas, ingredientes, panelas...e muitas taças de vinho grego.
Para quem quiser experimentar, aqui esta a receita:

Moussaka
Ingredientes:

700 gramas de batatas descascadas e cortadas em rodelas (mais ou menos 1cm de espessura)
600 ml de azeite de oliva
4 berinjelas grandes
2 cebolas grandes bem picadinhas
700 gramas de carne moida ou bem picada
1 pimenta dedo de moça ( pequena)
páprica picante ( 1 colher de chá)
tomilho ( 4 galhinhos)
alecrim ( 4 galhinhos)
sálvia ( 8 folhas grandes)
3 colheres (sopa) bem cheias de extrato de tomate
300 ml de caldo de carne ( usei 1 envelope de caldo de carne em pó dissolvido em agua quente)
Azeite de oliva extra virgem
Para a cobertura (saliwka):
300 ml de iogurte integral
3 ovos batidos
2 colheres (sopa) de farinha de trigo
uma pitada de sal
uma pitada de fermento em pó para bolo

Modo de fazer:
Antes de mais nada, lave bem as berinjelas. Seque, corte ao meio, no sentido do comprimento e tempere com uma colher (chá) bem cheia de sal. Esfregue o sal na superfície da polpa. Deixe descansar aos menos 30 minutos. Enquanto isso, leve ao fogo uma frigideira grande (ou panela) com o azeite. Eu usei uma wok.




Deixe o azeite aquecer bem e frite as rodelas de batatas. Tempere levemente com sal e reserve. Escorra as berinjelas e frite até que a polpa amoleça.

 

Deixe esfriar um pouco e com o auxilio de um garfo (para prender) e uma colher (para raspar) separe a polpa da casca. Despreze as cascas e reserve a polpa. A seguir, na mesma frigideira, frite a carne, mexendo sempre. Quando estiver começando a tostar e ficar bem soltinha, junte as cebolas picadas.Continue fritando, mexendo, até que as cebolas dourem. Junte a polpa das berinjelas e misture. A seguir, tempere com a páprica e o sal (a gosto).  Acrescente as ervas aromáticas bem picadinhas (a pimenta dedo de moça, 3 galhinhos de alecrim, 8 folhas (grandes) de sálvia e 4 galhinhos tomilho. Você pode alterar as quantidades, conforme seu paladar.
 

Espalhe folhinhas de um galhinho alecrim. Misture bem. Junte o extrato de tomate e metade do caldo de carne. Misture bem e deixe cozinhar até secar todo o liquido. Enquanto isso prepare a cobertura. Junte todos os ingredientes em uma tigela e com um batedor ou mixer, misture bem.
Montagem do prato:
Unte uma forma (ou refratário) grande com um pouco de azeite extra virgem. Comece forrando o fundo com uma camada de batatas e depois espalhe uma camada de recheio de carne. Vá alternando as camadas até acabarem os ingredientes.Reserve algumas rodelas de batata para decorar. Regue com o restante do caldo. Por fim, despeje e espalhe bem,  a cobertura (saliwka) que tem uma consistência liquida. Decore com as rodelas de batata. Leve ao forno pré aquecido em 180 graus, por aproximadamente 40 minutos ou até dourar. Retire do fogo, regue com um fio de azeite extra virgem e sirva imediatamente.
 


                                                                            Yiamas!!!!












Um comentário:

  1. Adoro Moussaka, mas aquela do Acrópolis não tem uma cobertura dessa... pelo menos não lembra em nada, pois ela é grossa e muito cremosa, mais parecendo um molho branco modificado

    ResponderExcluir